quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

2013 Show

Não assisti o Show do Slash e tantos outros gringos que passaram em solo brasileiro este ano. O mais dolorido foi ver Scorpions ir embora sem eu ter a graça de ouvi-los ao vivo. Blz. Entretanto fiquei muito feliz pelos amigos que foram ao eterno Slash e ao Scorpions e deve ter sido muito tora estes dois shows  =)
Eu ainda tenho o eterno Whitesnake e Judas na minha memória cravados e as horas que passei na grade nunca esquecerei, haha.
Falando de shows, 2013 vai começar prá lá de pé direito. Tem o Rock in Rio e Puuuuuuufhttt ... Muitos artistas pareceu que foram escolhidos a dedo porque até agora das atrações divulgadas eu empolguei em ver: Iron Maiden, Muse (Medness e seu estilo alternativo), Bruce Springsteen (tenho um CD original dele que deve ter no mínimo uns 10 anos, HSUHSUDH), Ben Harper (não dou muito fã mas, entrei na onda), Avenged Sevenfold (também não sou fã número um mas gosto de umas músicas). Então, eu quero ir. Muito.
Tem a minha formatura ainda em Março! Baile! Whisky e muita comemoração.
Tenho meu 1° Concurso Público e confesso, não estou estudando. Ainda estou saturada de livros, leis, decretos, normas, normas e mais normas. Entretanto, estarei lá, em DF dia 13.
X-Games em Abril também. Ou seja, muita coisa legal esta por vir e quem me dera poder ir em todos.
Enfim.
Ah, férias. Logo logo esta chegando minhas férias e a tudo indica que irei esparecer nas Praias nordestinas que tanto amo. Figuinha para tudo dar certo aê.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Enfim


O mundo é cheio de reviravoltas e confessamos: por mais que pensamos estar preparados, não, você nunca estará preparado para isso.
Vejo as pessoas adquirem personalidades vazias, ações vazias, caráter vazio, atitudes vazias. Eu vejo isso acontecer com gurias mais novas que eu mesmo elas possuindo um potencial infinito em ser  grandes mulheres (de forma profissional e pessoal). Ser daquele tipo que não é qualquer um que consegue chegar até ela devido as suas barreiras naturais estipuladas do que quer para si.
Vejo essas gurias perdendo a forma como a água que escorre pelos dedos.
Eu lamento por elas. Talvez seja uma fase, um momento necessário para se encontrar. Não sei e na verdade, pouco importa.
O que me deixa frustada é ver moças que são muito além disso preferirem só isso. Enfim.

Feliz Natal galerinha    :P
FUI

Soy morena ahora, nena!

















quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

O bom da vida esta nos detalhes

Bom dia!
Sim, este final de ano esta "íupiiii" demais gurizada!




Nada melhor do que poder marcar jantas regadas a vinho ou uma bela cerveja gelada.
Nada melhor que poder chegar em casa e se esparramar na sua cama de casal só pra ti com a nova tiragem da sua revista preferida com aquela matéria super interessante.
Nada melhor que circular entre as estantes de livros nas livrarias.
Nada melhor que acordar e já ter um chima pronto.
Nada melhor que sentir saudade das coisas que estão sempre por perto
Nada melhor do que sentir a primavera por antecedência.
V.S.R.


quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Oh yeah yeah


Oh yeah yeah
Oh yaeh yeah

Nunca Botei muita fé no amor ou em milagres
Nunca quis pôr meu coração em jogo
Mas nadar m seu mundo é algo espiritual
Eu nasço de novo cada vez que você passa a noite
Porque seu sexo me leva ao paraíso
Sim, nosso sexo nos leva ao paraíso
E isso transparece
Sim, sim

Porque você me fez sentir como 
Se eu estivesse impedido de entrar no céu
por muito tempo
Oh oh oh oh, yeah yeah yeah


Bom dia galega, mas que manhã deliciosa essa! Estão sentindo esta empolgação de dias coloridos cheios de amor, alegria, sexo, passeios, sorrisos, drinques, drinques e mais drinques? HAHA
Eu estou sentindo. 
Estou vivenciando o auge de um momento único, a libertação de uma etapa. O início de outra grande fase rodeada de coisinhas supimpas. 
Sim, I choose to be happy! 
E sabe o que teremos para este findi? Muita comemoração! É fim de ano e deu-se a largada para as confraternizações, não sei vocês mas eu AMOOOO a confraternização da empresa em que trabalho. É perfeita, é animada, muito chopp, muita carne assada, muito de tudo que é bom nesta vida. Uma grande festa. O local é lindo, é verde (amo natureza), sol, água, enfim, empolgação 110%.
Dêem um Play na música do Bruno Mars, é bem a cara do verão e do amor 2013. Deixe seu comentário, Curta G+ e disseminem as coisas legais que você ama encontrar na internet.

\o/

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

E ai, seu ano foi bom?


Pois é galega, já estamos no dia 12 de Dezembro, já já estaremos no meio do mês, Natal, Virada de ANO e Tchau 2012. Caraca! Passou muito rápido.
2012 foi um ano para mim de muitas mudanças, mudanças pessoais, de comportamento, de atitude. Mudei gostos, rotinas, mas, me encontro no mesmo lugar. Entretanto isto não é ruim.
Passei longos dias sem a pessoa que mais desejo por perto, dias terríveis, dias tristonhos, mas bem dedicados e focados no término da minha monografia. Ah, a senhora monografia, tema principal da minha trama de 2012 porque “nuuuuusss” o que foi aquilo? Eu não tinha tempo! Horas preciosas passavam enquanto eu trabalhava e estudava a noite, restava-me apenas finais de semanas e feriados todos, literalmente todos, entocada entre quatro paredes rodeada de no mínimo seis livros e inúmeros arquivos abertos de Leis, Decretos, Normas, etc. A apresentação então, 10. Sim cara tirei 10 no meu trabalho de conclusão de curso e é extremamente maravilhoso a sensação de dever cumprido. É depois daqueles 20 minutos falando que você entende o real motivo de todas as horas sacrificadas por algo maior.
Neste ano também decidi cortar laços de amizades que estavam me sufocavam e sinceramente, foi à melhor coisa que fiz.
Teve meu aniversário também, yéééhhhhh, 23 aninhos! Estou ficando velha, haha. Achei que não teria drama este ano e da mesma forma que um mexicano que corre para encontrar a sua tequila, não teve escapatória... É, drama 2012 no aniversário, de novo. Todos que leem esta página desde meus 16 anos sabe que todo, mas todo ano tem sempre alguma coisa que não me deixa feliz. Não adianta. É carma.
Neste ano não foi diferente e em uma sequência rápida explico: TPM, meu Pai esquece a data, janta programada fura de última hora, noite de aniversário passo fazendo prova e a outra metade na biblioteca da faculdade fazendo trabalho de Perícia, sem surpresa, dia no trabalho estressante, após a faculdade rumo direto para a cama e durmo, já é dia 23 e o aniversário passa como mais um mero dia insignificante. Depois me deram uns presentes e é claro que eu gostei, mas, no fundo sei que foi um “pedido de desculpas”. Tenho memória de elefante e o dia 22 de novembro continua sendo o pior dia da minha vida.
Bom, teve dias bacanas também este ano, viajei a Brasília duas vezes se não me falha a memória e foram dias supimpas. Um, me acabei brincando com espingarda de pressão, na vodka, Heineken, vinho, livros e projeto monografia. Foi um final de semana muito tora. O outro me acabei curtindo um bom som Rock em um Pub em “brasóóólia”, e algumas horas também dedicadas desta vez a monografia mesmo e não ao projeto.
Teve passeios de Kart e esses foram às noites mais divertidas. Eu AMO corrida e dei show na pista. Teve tardes jogadas na grama com uma caixa de isopor de companhia. Muitos livros lidos. Filmes e mais filmes. Burger King. Muito amor. Saudade. Bailes e mais bailes super legais. Muito whisky, alegrias, sorrisos e FIM. Tchau dois mil e doze!
Enfim, assumi um projetinho artesanal e ficou muito fofo, o Mandala. Agora vou encarar uma luminária de barbante e vamos ver no que vai dar. De agora em diante tenho três coisas muito importantes a me dedicar: Formatura, Concurso Público e meu Namoro. Como assim namoro? Pois é, com tanta coisa na minha cabeça acabei deixando de lado a pessoa que é o meu melhor amigo, o que me arranca sorrisos bobos, que faz graça, que me chama de amortecedor, que cuida de mim enquanto eu ensino ele a ser um homenzinho encantador, meu guri. Foram tempos difíceis e por tabela acaba recaindo no seu parceiro e isso é normal, poxa, vejo muito isso acontecer e sinceramente se não houver compreensão de que é por algo maior, pelo futuro desta pessoa tudo vai por água abaixo. Deve haver o apoio incondicional, muita paciência e muita conversa. Então, é minha hora de retribuir :D
Esta certo que o fim da faculdade para mim não foi o fim do ciclo dos estudos. Já tenho em vista uma pós-graduação da Fundação Getúlio Vargas e alguns concursos públicos. A vida vai levando você a caminhos novos e às vezes inesperados. Conciliar esta gama de opções confesso que é um pouco difícil com a vida pessoal, quem passou por isso ou esta passando agora sabe do que estou escrevendo. Você precisa de tempo para fazer inúmeras coisas, mas não pode deixar de lado aquele que é especial. Bucha, bucha, não é fácil. 2013, prometo que serei mais cuidadosa neste quesito.
Nasce a minha primeira promessa 2013.
Finalmente vou concluir minha tattoo também (ouço gritinhos de alegria) e já tenho a nova frase que escreverei em my precious corpo: I choose to be happy - eu escolho ser feliz. Manjadinho? Fo-da-se. É algo que aprendi este ano que se encerra. A cada dia optamos em ter um dia feliz ou um dia chato, estressante e Agggrh, daqueles que você mataria cem. Então, são coisas que você passa ao longo de 365 dias que te faz refletir e você quer deixar isso marcado em ti para nunca mais esquecer e não viver novamente dias cinzentos. O lugar? ainda não sei, mas farei no mesmo dia que concluirei meu dragão chinês.
Tenho outros desenhos que desejo fazer como um pinheiro, por exemplo, que lembra muito a minha infância no Rio Grande, amo a minha terra e gostaria de ter algo me trouxesse aquela paz que só lá me proporciona. Um livro, porque é uma paixão que tenho e mesmo não sendo uma devoradora de livros como eu gostaria de ser, é algo que faz parte mim. Meu sonho ainda é escolher uma estante estilo moderno e por em meu quarto e enche-lo de livros. Não gosto muito da idéia de filhos mas, o dia que eu ter um será o hábito mais valioso que quero passar.
Então, sei lá pessoal. Dois mil e doze foi um ano muito tumultuado, um ano também muito feliz. Um ano cheio de altos e baixos que nem por isso o fez ser um ano ruim. Sou gente, humana, não tenho vida perfeitinha mas tenho um cara que me ama, tenho amigos que desejam o meu bem e um pai e uma mãe que me apoiam. É disso que eu preciso.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Vida, cadê você

Então, concluí a minha Monografia! A linda ficou com 95 páginas se não me falha a memória e provavelmente teria ficado com muito mais se eu e meu orientador não tivéssemos feito um trabalho tão bom como ficou este projeto. Conseguimos dar um foco e dentro deste foco nas suas inúmeras vertentes possíveis também delimitamos um rumo, essa é a Contabilidade Gerencial e seu leque infinito.
Depois de ter concluído uma semana antes da defesa me dediquei 110% aos trabalhos que estavam rolando nas outras matérias, uma corrida contra ao tempo. Tinha um trabalho de perícia, governamental, ética e 108 horas de cursos extra curriculares para concluir,  era muita coisa para pouco tempo.
Eu não dormia direito, dormia mas acordava a cada dia mais cansada como se tivesse passado a noite na farra. Era assim que eu me sentia pelo menos quando virava várias noites na rua e dormia em torno de 3-4 horas por noite. A cada manhã mais mal humorada e desejando a morte eu acordava. 
Só pensava nos eternos sábados, domingos e feriados que passava sozinha ansiando interação humana, chimarrão, panqueca, pipoca e livro. Acreditem se quiserem mas, me tornei neste tempo uma pessoa extremamente chata, sem paciência, ranzinza e enquanto todos riam da piada eu pensava "que imbecil". Meu quatro estava as traças, minha leitura só na saudade largado na cabeceira da cama e meu namorado, coitado desse, sofreu um bocadinho. Porém tudo isso foi por um bem maior e todos a minha volta, os mais importantes dos meus amigos entenderam esta etapa e eis que voltei a vida!
E de tão louca que esperava por este dia que ele foi uma BOSTA! Meu primeiro domingo sem absolutamente nada para fazer, podendo fazer tudo o que eu quisesse começou com uma enxaqueca filha da puta. Desculpem-me pelo palavrão mas foi muita sacanagem, auto sabotamento é o fim da picada.
Fiquei vegetando entre um espaço de dormir e abrir os olhos para assistir TV até o fim da tarde quando resolvi colocar a cara na rua, tomar um tererê e dar conta de uma barra de chocolate sozinha. Ao fim da noite um lanche para alimentar e cama, de novo. E assim terminou o meu primeiro final de semana tão esperado.
No fim da noite eu já estava melhor da enxaqueca e com um humor mais sociável, mesmo assim, me senti perdida. Eu tinha tantas coisas para fazer, trabalhava com um raciocínio a mil por hora que quando caiu a ficha que eu não tenho mais uma ocupação hard me deixou desnorteada. Feliz, mas desnorteada.
Enfim, retomando a rotina.
Encerra aqui a minha fase de graduação e o Marcador #Faculdade

sábado, 24 de novembro de 2012

Aniversário é uma grande Porra

Sabe o que você ganha em ser a pessoa que você é: Nada! Absolutamente nada!
Mesmo você trabalhando desde os quatorze anos, mesmo ter optado em mudar para o período noturno nos estudos para poder trabalhar em tempo integral e ganhar mai$, opção não muito legal para os estudos porque todos sabem: ensino médio a noite é uma grande merda, não chega nem aos pés do que no período matutino.
Enfim.
Você estuda, você trabalha. Você se forma. Você deseja fazer uma faculdade fodona mas entende que seria um pouco difícil seus pais te manterem em outra cidade. Você poda na raiz seu sonho. Beleza...
Você opta por um curso técnico, não se identifica maaaaaaaaaas, por consideração termina ele já que estão pagando para você.
Então resolve fazer um curso superior na sua cidade mesmo, resolve que andar de a pé não da mais e compra uma motoca, sozinha. Resolve que quer mudar as coisas, as roupas, comprar coisas legais e você compra, tudo, com seu próprio dinheiro! 
Decide ir viajar e vai, com seu próprio dinheiro. Tem pra si uma postura independente e de ação, não espera as coisas acontecerem na sua vida, você faz acontecer.
Percebe então que pagar faculdade, moto e outros afins não cabe em seu orçamento, o que você faz? Pede ajuda aos seus pais, óbvio. Não! Você corre atrás do Prouni! Se inscreve, faz a prova, levanta todos os documentos necessários e ÓH, você conseguiu sem ajuda de ninguém. Sem o dinheiro de ninguém sem a porra de ninguém do seu lado!
Agora, eu estou me formando e sim, sou a primeira da família. E sabe o que eu ganho. Nada! Sabe o que recebo no meu aniversário? Nada. Sabe qual é a grande conclusão disso tudo? Que ninguém sabe dar o meu merecido valor!

Ninguém pensou "vamos faze uma coisa para a Carol porque, nossa é o niver dela, ela merece". Puuft, grande ilusão.  Até pensaram em fazer, mas o máximo que senti o quanto não sou importante foi quando ouvi "ah to sem dinheiro, faz uma janta com o que tem". Como assim porra! Eu sou tão sem importância para merecer algo que de para fazer com o que tem? Eu sou tão sem importância que você que é uma pessoa especial e de grande valia na minha vida nem se deu o trabalho de comprar algo para mim, bater um pouco a cabeça pensando o que me agradaria porque eu mereço um pouco dos seus neurônios queimados de dúvidas do que me dar? Não acha que uma ligação talvez seria legal mesmo você estando em viagem trabalhando?

Sabe o que eu acho? Jovens, não estudem, não trabalhem, não se sustentem, não paguem as suas contas, não se importem só assim vocês vão ganhar algo nas datas especiais e serão especiais, porque tadinhas de vocês, casaram cedo, não terminaram a faculdade, já tem um filho, não conseguem se sustentar, só fazem mancadas nessa vida, etc. Vocês precisam de ajuda e de um motivo para ficarem felizes e de bem consigo mesmas e quem estiver a sua volta te proporcionará isso no seu dia.
Eu? Ou nós que demos o sangue e suor em tudo que fizemos. Aahh! Nós somos auto suficientes e não precisamos de mimos, ou atenção, ou uma janta surpresa, ou se sentir especial porque alguém se deu o trabalho de nos fazer sentirmos assim. Nós conseguimos tudo o que almejamos até agora, então por favor, não gastem seus esforços conosco. Somos tão felizes sendo sozinhos que quase nem me lembrei que eu estava completamento mais um ano de vida.

Ps.: As pessoas mais próximas são as que sempre mais te magoam. Anote isso.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Ah, cheiro de bolo no forno

Vocês tem aquela sensação gostosa de que algo bom esta por vir??
É como sentir cheiro de bolo assando, sabe que ele esta ali, que seu sabor sera muito gostoso e logo logo estara em suas mãos...
Todo este ritual é maravilhoso e outra palavra não seria capaz de descrever este momento.


quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Anti-social Digital

Hoje já dia 07 de novembro. Tenho exatamente 23 dias para concluir minha monografia e outros três trabalhos de conclusão de semestre entre eles, uma perícia fictícia. Sim, estou ferrada.
E é com este pensamento que decidi não Logar mais o Facebook, ai vocês pensam "nada a ver, se fosse uma pessoa mais focada nos trabalhos o Facebook não atrapalharia", pois eu digo: Fodam-se vocês!
Não adianta negar que os minutos perdidos enquanto você navega são valiosos, que ter uma internet disponível é cutucar uma onça com vara curta, e não resistir em dar aquela olhadinha rápida consome brincando de 15 a 60 minutos para os mais viciados. Para quem esta na última etapa de um estudo é coisa séria, tempo ocioso são parágrafos, páginas que você deixa de fazer, perde a linha de raciocínio, a banguela pensamente para os mais velhos.
Dai, eu já não tenho net em casa por N motivos (ponto positivo), mas, tenho o bendito celular que loga, atualiza, sincroniza, notifica, cozinha, lava e passa... Não é brincadeira. A tecnologia não esta mais em nossas vidas, ela nos sufoca de tal forma que nem percebemos o quanto ela esta ali presente se não é no momento em que nos questionamos.
De todos os meios sociais, Facebook é o namorado chato, grudento e ciumento que quer saber todos os seus passos, isso sem ele te obrigar. Os demais: Twitter, Blogger  Instagram, Myspace e Snook são os amigos legais que você encontra de vez em quando que sempre tem algo a contar, mas, que dura no máximo 5 minutos o diálogo. Nem por isso deixam de ser interessantes. Enfim, entenderam a idéia né.
Resumindo: Sem Login até terminar este turbilhão de informações, páginas, trabalhos, revisões, entregas e  apresentações dos últimos minutos do fim do jogo, literalmente. Depois? Sou uma pessoa Graduada ... YEEEAAAAH!!
Com relação aos demais, no caso os que eu uso, os amigos legais, lembra? Então, o Twitter e o Blogger  possuem ligação direta com o bendito Facebook, leia-se compartilhamento automático, não vou desativar esta opção desses portais por dois motivo: preguiça e tempo. Já o Instagram não tem isso, você compartilha se quiser, desta forma... Bom, não decidi com relação a ele.
Resumindo²: Não irei logar mas vão aparecer links do Blogger e do Twitter na minha linha do tempo.
É isso ai. Volto não sei que dia.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Oi Mandala!

Estou em um dia marrom hoje, acho que acompanhei o tempo de LEM que mudou e chegou a inesquecível cor cinza. Não me recordava mais da última vez em que levantar da cama dava arrepios, de fresco ao quase gelado do tempo. Tirando este cinza que me envolve agora, mas, que vai passar com certeza, tenho uma novidade.
Finalmente fiz minha primeira arte, literalmente. E ficou fofa, linda, até venderia se já não tivesse um destino certo. :P

A primeira etapa foi conseguir vários jornais o que foi muito fácil. A parte difícil começa em cortar as folhas, fazer vários canudinhos de dois tamanhos. Mas foi muito canudinho, na base de uns 60 ou até mais.
Por fim enrolar, enrolar e enrolar. Fazer várias rodelinhas de todos os tamanhos possíveis.





Depois foi montar a forma que queríamos, fazendo ficar com algum nexo entre as bolas menores das maiores. Fácil.
O difícil foi a paciência que faltava para colar uma por uma, interligando todas. Muita cola quente, muita fita e reza para funcionar.
Não rola ter todo o trabalho e na hora de colocá-lo na parede cair uma parte por falta de sustentação. Cola neles!







Por fim, a parte mais divertida. Pintar













E fazer alguns detalhes...





É isso ae... Mandala concluído. Sucesso no primeiro Mini Projeto  :P


quarta-feira, 17 de outubro de 2012

I remember


Escrevo não para me tornar um livro aberto, mas, por uma necessidade de deixar as idéias e pensamentos fluírem sobre os mais diversos assuntos. É uma questão de ponto de vista. Nem por isso me torno uma escritora, na verdade, estou bem longe disto. Ou uma eterna apaixonada que adora cartas e expressões em palavras diretamente a alguém, Eu, Caroline, nunca fui destas.
Muito bonito, comovente e milhares de outros adjetivos a quem tem este costume. Não se engane, não estou sendo sarcástica, realmente é uma forma muito legal de dizer várias coisas. Eu já prefiro ações.
Você não deixa de gostar de uma noite para o dia, mas, uma carta perde todo o sentindo já que este sentimento se desfaz se não cultivado e do que adianta palavras em um papel, cheio de amor e desejo. Não valem de nada e pior, para aquele que segurou o elástico da relação até o fim que tiver recebido “estas demonstrações” se valerá delas para o seu martírio. Enfim. Ponto de vista.
Eu gosto de demonstrações reais, detalhes bobos que repetidos nos arremete a uma lembrança, um momento de silêncio, saudade, incomodo, chatice e sorrisos.
Faz lembrar-me: Cama, Ar-condicionado, Escova de dente, Toalhas grandes, Chica Bom, Motorhead, Língua, Charge, Vinho, Email, Chimarrão, Jack Daniel’s, Mortadela, Antenas, Torrada, Troca de óleo, Barra de chocolate, Amortecedor, Pneu furado, Travesseiro bom, Água gelada, Pizza em casa, Chuva, Sorriso, Magnum, Audioslave – I am the Highway, Téres, Gelo-bio aerosol, Camisas brancas, Suits... Etc, etc. 
...detalhes bobos que repetidos nos arremete a uma lembrança.

sábado, 13 de outubro de 2012

Duo

Pra você que nunca sentiu uma saudade gritantemente forte
sinta-se agora uma pessoa de sorte.
V.S.R

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Decoração

Que eu já escrevi que quero fazer muitas coisas isso vocês já leram. Entre tantas coisinhas legais de decoração que achei na internet, esse foi o que mentalizei: Será o Primeiro!
Ah, quando arriscar fazê-lo, juro que tiro umas fotos para mostrarem o resultado (:
O texto na integra de como fazer foi retirado do Das Gurias. Mãos a obra!




Material necessário:
. 1 balão grande
. 2 rolos de barbante ou lã ou sisal (essa luminária da foto foi feita com lã) na cor que preferir. 
. Vaselina
. Caneta marcadora de cd
. Cola branca
Dependendo do tamanho da luminária que você quer fazer, grande (tipo que enche de guloseimas e estoura depois) igual a esse da foto, ou se for uma luminária menos, um balão tamanho normal já resolve. Encha o balão no tamanho desejável e besunte ele todo com uma camada e vaselina. Faça uma marcação com 2 cm de distância do nó que você deu no balão. Amarre um pedaço de barbante e deixe sobrar 2 pontas, e agora utilize essas pontas para pendurá-lo em algum lugar e mãos à obra!
Coloque a cola branca num recipiente que depois você possa jogar fora e dê um jeito de desenrolar o rolo de lã, sem embolar ou fazer nó. Mergulhe essa linha toda na cola e vá enrolando ao redor do balão, em direções verticais e horizontais. Vá montando a sua trama de acordo com a foto de exemplo e se certifique de deixar aquele pedaço que ficou marcado sem barbante, porque é por ali que a lâmpada entrará. Deixe secar por 24 horas ou mais se sentir que ainda está úmido. Depois é só estourar o balão e colocar o bocal + lâmpada e enfeitar a sua casa!


E esse suporte para notebook então... XD

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Sobre peles

Oioi pessoas. Primeiro post de outubro, nossa que especial... Especial nada, outubro não tem nada de especial a não ser o aniversário da minha velha, é só mais um mês, sic.
Então, li este texto no Facebook (Oooh), pois é, ainda se acha coisas legais no face mas tem que procurar bem, porque PELAMOOOORDEDEOOOS que têm gente demais querendo ser tudo menos o que é na realidade.
Voltando, é sobre tatuagem (*-*)
Eu sou duvidosa para falar deste assunto porque tenho várias espalhadas pelo meu corpo magro e seco, então... Vamos ao texto:


Tatuagem dói. Tatuagem é caro. É difícil de tirar. E quando tira fica uma bosta. Sangra e coça. E muita gente tem preconceito. Você vai ter uma tia mal-comida que vai achar feio. E um amigo de gel no cabelo que por ter um desejo reprimido vai dizer que tatuagem é horrível.

Vai ter uma vizinha crente que vai alegar que teu corpo não pode ser alterado pelo homem porque é de Deus. E vai ter aquele que vai dizer que tatuagem atrapalha numa entrevista de emprego e torcer pra isso acontecer,  só pra depois poder dizer "eu avisei". E vai ter gente que não vai te dar emprego por causa de uma tatuagem.
Vai ter gente que vai achar que você é maloqueiro ou puta. E vai ter gente que vai dizer que é coisa de cadeeiro. Vai ter gente que vai perguntar o que vai ser do desenho com a pele enrugada e velha. Vai ter gente que vai falar que você devia ter feito no fulano que é mais barato ou no ciclano que é mais velho.
Se for colorida vai ter gente que vai dizer que é mais legal só em preto e cinza e vice-versa. E vai ter gente que vai te chamar de gibi. Se você se sente incomodado com alguma dessas coisas deixa quieto, volta pro mamão com açúcar... Porque realização pessoal e liberdade de escolha são pra poucos. E são poucos os que vivem tranquilos com sua própria consciência e têm certeza do que querem e gostam...
(Segundo a fan page o texto acima é de Jacke Pontes)

Lendo este me fez lembrar de outro, muito antigo e que na verdade, eu acho, que já o postei aqui.


16 Coisas que você precisa saber sobre uma pessoa Tatuada:

1. Não, ela não quer falar sobre isso. 
2. Sim, ela teve coragem. Ao contrário de você, que está pensando em fazer uma tatuagem há 14 anos.
3. Não, ela não se arrependeu.
4. Ela é tatuada, não tatuadora. E não quer dar a você todas as dicas de como, onde, quando e que desenho tatuar.
5. Cuidado com perguntas do tipo “Você trabalha com tatuagem?” se não quiser ouvir respostas do tipo “Sim, eu não tiro a tatuagem para trabalhar”.
6. A não ser que pinte um clima, não saia botando a mão.
7. Não, ela não é um outdoor, nem um pássaro, nem um avião. Pessoas tatuadas não gostam de ser assistidas como se fossem um filme. Nem de ser observadas e avaliadas como num programa de calouros. Evite dar voltas em volta dela, olhando de cima a baixo.
8. Pode parecer estranho, mas, não, ela não quer chamar atenção. Pode parecer ainda mais estranho, mas as tatuagens são desenhos dela para si mesma, não para os outros. E têm muito mais a ver com o que ela quer dizer para si mesma do que para o mundo.
9. Perguntas do tipo “E essa aqui, o que significa?” só significam uma coisa: você é um chato. Gostaria de ouvir perguntas do tipo “O que significa o seu cabelo chanel?”
10. Proibido fotografar, filmar, tocar ou comer no recinto.
11. Não, ela não quer pensar em um desenho para você tatuar.
12. Sim, ela respeita se você achar ridículo. Mas nem tudo precisa ser dito. Ou ela será obrigada a opinar sobre o seu enorme brinco de pena.
13. Doeu, sim. Mas o que dói mesmo é esse seu olhar de turista.
14. Sim, ela já sabe que você é louco pra fazer uma, mas nunca teve coragem. A pergunta é: “E daí?”
15. Não, ela não tem tatuagem onde você está imaginando.
16. Sim, ela trabalha num lugar muito democrático. Ou usa terno e gravata.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

E, enfim, minha primeira decepção

Não vou começar a falar de relacionamentos e bla bla bla se é isso que pareceu ou deu a entender o título. Calma, pode voltar para a leitura.
Se bem que nesse quesito eu já estou bem acostumada, não de aturar coisas que eu não aturo (?) mas de aceitar mais a vida e como ela é, mais ou menos assim: Não ta legal, ok, tchau. Mas nem sempre, o sempre "mas", a gente não quer chegar a esse extremo. Enfim.
Eu não passei na prova do Conselho Federal de Contabilidade. Eu sei que eu não estudei como deveria ter estudado; eu sei que tava com um milhão de coisas na cabeça; eu sei que só estou vivendo, comendo e respirando monografia; eu sei que tinha além deste projeto que tem data de entrega também tinha o Desafio Sebrae... Eu sei dos vários eu sei e fatores que tiveram como consequência eu não passar no teste.
Mesmo assim, me senti derrotada.
Atingi a pontuação de 23 onde o mínimo exigido é 25.
Com tanta coisa para fazer além do já citado acima, tinha vários trabalhos paralelos da facul e a prova foi exatamente na semana de avaliações da faculdade... Não estou querendo me redimir mas, sabe o que é você não ter tido tempo de estudar e realizar um teste com base só nos seus conhecimentos, não ter aprofundado nada e quase passar?
Tipo, porra, eu sei de muita coisa! Aprendi muita coisa, mas, vacilei também em outras questões e isso me faz odiar-me tanto.
Sobre o Desafio Sebrae não passei para a 3° Fase, e como já se deduz, a culpa foi completamente do meu trabalho de conclusão de curso. Ele me consumiu e ainda me consome e por isso decidi não abraçar mais nenhum outro projeto até terminar este bendito.
Se uma coisa que aprendi com o meu pai é que se for para fazer algo, faça-o bem feito. Explica o porque estou tão incomodada por não ter passado, não fiz algo bem feito e arrrr. Chega por aqui.
Até a próxima.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Eu quero muitas coisas e de tantas coisas não sei em qual direção ir primeiro


Eu amo ler. É um dos meus hobby’s mais envolventes se bem que eu não tenho muitos.
Houve uma época em que eu bordava ponto cruz. Adorava perder tempo escolhendo um desenho legal e charmoso, contar quantos quadrinhos tinha e quantos precisariam no pano para ficar legal, bem centralizado e mais delongas. Fiz minha toalha com meu nome, inúmeras flores, presentes para recém mamães, anjos, toalha para namorado...
Depois veio a pintura. Sempre tive uma queda para pintura embora nunca soubesse pintar. Tinha o desejo de fazer um quadro moderno, cheio de estilo, bonito. Nesta época nada de flores e coisas banais que todos fazem, queria ser diferente. Eu gostaria de saber pintar. Arisquei uns, nada de muito grandioso ou que valha a pena mostrar.
Esportes, Acampamento, cachoeiras, nadar, velocidade, show’s. Veio o momento de querer mexer, curtir, conhecer lugares novos, passeios. Eu ainda vivo este momento na verdade. Tenho muitos passeios esquematizados só em minha mente e que pretendo colocá-los em prática: Viajar. Até fiz uma mini lista de lugares e coisas que quero fazer, não necessariamente nesta ordem:

  1. Conhecer um sítio arqueológico
  2. Ir, de novo, em um grande show de Rock
  3. Ir a um Grande Festival de Música
  4. Conhecer Berlim
  5. Andar de Montanha Russa
  6. Fazer rapel em uma cachoeira
  7. Ir à uma Bienal de Livros
  8. Pular de pára-quedas
  9. Assistir uma Corrida de Fórmula Truck, de Fórmula 1, Motocross, Stop Car e Moto GP.
  10. Conhecer um sebo de livros (e comprar e trocar muitos)
  11. Ir ao Teatro
  12. Assistir a um jogo oficial da seleção brasileira de futebol e de vôlei
  13. Tirolesa
  14. Ir ao maior Park Aquático da América do Sul
  15. Conhecer um verídico Pub, etc, etc

A lista não é das melhores porque fiz na hora com as primeiras coisas que quero fazer (ou fazer de novo) que me veio a cabeça.
De todas as coisas que me move, ler é a minha paixão. Cresci com meus pais lendo revistas, livros, conversando sobre política, história e assuntos polêmicos. Cresci vendo meus parentes com estantes enormes cheias de livros escolares, literatura estrangeira e brasileira. Cresci amando estante e seus livros.
Eu quero ter uma estante e cheia de livros =)
Mas não é uma estante qualquer quadrada com madeiras na horizontal, eu quero “a estante” e com isso descobri um novo hobby: A decoração. Já vi tantos estilos na internet que não saberia nem qual escolher. Estante como porta de correr, integradas a cama, acima da mesa escrivaninha do quarto, em formato de árvore, de galhos na parede... Estantes que não são apenas para a sua paixão, o livro, mas também para ter perdido no meio dela um porta retrato, um segura livros de animal, um boneco Mário em miniatura...
Eu acredito que pelo fato de eu gostar tanto de livro acabo não ganhando nenhum! Por exemplo, eu odeio rosa com todas as minhas forças. Sim, odeio aquela coisa menininha, mulher com 20, 30, 40 anos na cara com coisinhas rosa, bolsa rosa, sapato rosa, vestido rosa, Arrrr. Por eu ignorar completamente esta cor acabo ganhando coisas rosa! Incrível. Mp3, blusas e afins.
Eu tenho um projeto: Mudar o meu quarto. Não é mudar os móveis do lugar, é revolucioná-lo. Trocar alguns móveis e fazê-los sob medida (incluindo a minha estante), deixar uma parede para arte como quadros e adesivos de paredes e quem sabe até ariscaria um papel de parede que você mesmo pinta, das cores e da forma que quiser. Uma parede para a tecnologia: minha TV, som, computador e afins. Ter uns 2 ou 3 puff, um tapete enorme de barbante fofo e almofadas.
Almofadas da Marshall, de rádio vintage, de cara de gato, do Mário Bros... Ter também uma segura porta de gato, um porta chave de pregos, um espelho em forma de Tv estilo das antigas...
Ai vocês pensam: mas da onde você tirou tudo isso Caroool? Aham, o que não falta de internet são coisas legais para decoração e úteis, como por exemplo, o primeiro que me vem na cabeça é na imaginarium, mas, existem vários outros sites. 
É de se apaixonar.



sábado, 15 de setembro de 2012

Pa ra pa pa ra pa pa ra

Ae pessoas hoje é sábadoooo, de novoooo! O dia mais lindo da semanaaaaa!

Ta, chega de animação.

Lem esta linda hoje, com um sol escaldante, umidade do ar baixíssima com uma poeira linda que faz meu nariz ficar todo fodido. Mas nada se compara a ter Chiclete com Banana na cidade. Sic
Bom, não vim falar de chicleteiro no meu blog, até porque não perderia tempo falando disso (haha), e sim do SáBaDo!
Sim, ele que é a razão do meu viver, o meu dia mais depressivo, intolerante, sobrecarregado e fdp que existe. É dia de monografia.
Todo santo sábado eu almoço, durmo igual a uma pedra durante 40 minutos, tomo um banho para acordar e parto para a faculdade com no mínimo cinco bitolas de livros (sem exagero), meu filho netbook da Hp fofinho, meu mini mouse bonitinho (também) e os velhos fones de ouvidos que são indispensáveis para mim.
Música enquanto matuto =)
Minha meta por sábado é a produção mínima de cinco páginas. Como no último final de semana foi feriado prolongado e minha casa estava cheia de visitas não rolou toda a produção que eu queria especialmente para aquele final de semana (que era 15 páginas) afinal eram quatro dias parados. No fim fiz o mínimo. Dar atenção as visitas, né.
Normalmente eu desenvolvo mais sozinha mas, as vezes, eu me sinto muito isolada e afastada de tudo que eu gosto. É claro que é por algo muito maior e que muitas recompensas virão por esta fase, porém, eu nunca consigo desligar. Ter um momento de laser e de completo desligamento de tudo que eu tenho que fazer, ao mesmo tempo eu penso "horas de laser são horas que eu poderia estar produzindo". E isto me deprime.

Sou uma deprimida com uma monografia bem adiantada.

Sábado a noite eu até tento fazer algo (sem extrapolar) para me divertir mas, a cidade não ajuda muito nas opções e o cansaço e o desanimo fode com tudo. Sem extrapolar porque uma noite de farra é um dia seguinte perdido de ressaca e sono. Não rola.
E assim eu passo cada misero fim de semana de cada mês e será esta rotina até novembro. Isso se u não me suicidar antes.
"Pa ra pa pa ra pa pa ra" do título não tem nada a ver com a postagem (HUSDHUSAHDUHSA) é uma parte de uma música do Paramore, a "Brick By Boring Brick", traduzindo Tijolo Após Tijolo. É que enquanto eu estava escrevendo este texto inútil tocava essa música, e como o texto não te acrescenta em nada além de saber que meus finais de semana são uma completa bosta em "diversão", nada melhor que um título $%¨$&¨%&*¨%&¨%. Sem palavras.

Valeu, bom final de semana para vocês e não morra de bala perdida no Chicletinho, tá.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Da fase "não me irrita que te planto uma bomba"

Obrigado por não desistir.
Por ser forte
Pela sua teimosia irritante mas que sempre tem fundamento.

Acha que nada esta bom o suficiente
que o tempo que esta ali não foi o bastante
tem que ter mais dedicação
precisa de mais horas

quando esta cansada de tudo
Prefere chorar quieta no banheiro enquanto toma banho
Ou só deixa a lágrima ao som do silêncio


Se as coisas aconteceram na sua vida
foi porque você correu atrás
pelo seu empenho
não esperou nada de outrem
aprendeu que sozinha se caminha melhor

V.S.R.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Síndrome dos 20 e poucos anos...

03

Você começa a se dar conta de que seu círculo de amigos é menor do que há alguns anos. Dá-se conta de que é cada vez mais difícil vê-los e organizar horários por diferentes questões: trabalho, estudo, namorado(a) etc. E cada vez desfruta mais dessa Cervejinha que serve como desculpa para conversar um pouco. As multidões já não são ‘tão divertidas’, às vezes até te incomodam.


Mas começa a se dar conta de que enquanto alguns eram verdadeiros amigos, outros não eram tão especiais depois de tudo. Você começa a perceber que algumas pessoas são egoístas e que, talvez, esses amigos que você acreditava serem próximos não são exatamente as melhores pessoas.


20
Ri com mais vontade, mas chora com menos lágrimas e mais dor. Partem seu coração e você se pergunta como essa pessoa que amou tanto e te achou o maior infantil, pôde lhe fazer tanto mal. Parece que todos que você conhece já estão namorando há anos e alguns começam a
se casar, e isso assusta!


Sair três vezes por final de semana lhe deixa esgotado e significa muito dinheiro para seu pequeno salário. Olha para o seu trabalho e, talvez, não esteja nem perto do que pensava que estaria fazendo. Ou, talvez, esteja procurando algum trabalho e pensa que tem que começar de baixo e isso lhe dá um pouco de medo.

21
Dia a dia, você trata de começar a se entender, sobre o que quer e o que não quer. Suas opiniões se tornam mais fortes. Vê o que os outros estão fazendo e se encontra julgando um pouco mais do que o normal, porque, de repente, você tem certos laços em sua vida e adiciona coisas a sua lista do que é aceitável e do que não é. Às vezes, você se sente genial e invencível, outras… Apenas com medo e confuso.

De repente, você trata de se obstinar ao passado, mas se dá conta de que o passado se distancia mais e que não há outra opção a não ser continuar avançando. Você se preocupa com o futuro, empréstimos, dinheiro… E com construir uma vida para você. E enquanto ganhar a carreira seria grandioso, você não queria estar competindo nela.

22
O que, talvez, você não se dê conta, é que todos que estamos lendo esse texto nos identificamos com ele. Todos nós que temos ‘vinte e tantos’ e gostaríamos de voltar aos 15-16 algumas vezes. Parece ser um lugar instável, um caminho de passagem, uma bagunça na cabeça…

Mas TODOS dizem que é a melhor época de nossas vidas e não temos que deixar de aproveitá-la por causa dos nossos medos… Dizem que esses tempos são o cimento do nosso futuro. Parece que foi ontem que tínhamos 16…
Então, amanha teremos 30. Assim tão rápido".

Autor desconhecido



                        23 ?


Sem mais delongas. Eu me identifiquei, fiquei com medo e  #ForçaFrida ... Os vinte e poucos estão ai e logo os trinta.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Tirando um pouco da poeira

Então julho foi pro saco e as aulas da faculdade retornaram com força total. Se tem algo que me deixa muito confortável com isso é que este são os meus últimos seis meses de aula. Formanda, finalmente.
Listando tudo o que eu tenho que fazer até o término das aulas que normalmente é em meados de novembro (segue até dezembro que possui alguma pendência) são quatro coisas: TCC, Estágio III, Exame de Suficiência do CFC e Desafio Sebrae.
O primeiro será o exame que acontece no dia 23 de setembro e para falar a verdade estou bem empolgadinha. Comprei um livro para me auxiliar nos estudos e pretendo aproveitar ao máximo as aulas de Contabilidade Governamental e Perícia que tenho neste semestre, matérias cobradas na prova e que nunca vi nem mais magra ou gorda. Depois vem o Desafio Sebrae.
Em falar em Desafio, a minha equipe passou para a 2° fase, Semi Final Estadual. Essa primeira fase acabei tomando todas as decisões sozinha, enfim. O importante é que passamos e que agora trabalharemos mais em equipe para chegarmos no mínimo até a 4° fase, que é o meu objetivo.
Com toda essa movimentação literária que terei nesse último semestre de 2012 vai Dona Carol mexer nos antigos cadernos, dar uma nova olhada no meu projeto de pesquisa, remexer nas coisas do estágio ... E por minha sorte e precaução não perdi nada dos meus arquivos. Pc deu pau, de novo, mas Gracias a minha mania de garantir as minhas coisas, tinha cópia no meu email, no meu pendrive e no meu netbook, haha

Bom a intenção aqui também foi de mostrar que estou viva e super atarefada. E para descontrair, vi esta postagem sobre batons aqui, onde o formato que fica o seu batom diz muito sobre você (huuuuuuuuum).
Eu sou do tipo 5 ;-)




1. Esta forma define uma garota sensível, romântica e super reservada. Tudo é muito mais bonito em seus sonhos que na própria realidade.

2. Os batons de pontas arredondadas são as “vítimas” da personalidade da “super woman”. Ela é delicada, feminina, perfeccionista e popular, já que todo mundo se sente bem quando está pertinho dela. #Ai......QuePoderosa
3. Esse é o shape deixado pelas “companheiras”. São garotas super desencanadas que sempre tem algo válido a dizer, por isso as amigas vão atrás dela pra pedir conselhos e buscar ombro e colo nos momentos mais difíceis.
4. Aparentemente as desafiadoras deixam uma marca assim em seus batons. São garotas que chamam atenção naturalmente pela sensualidade (ui!) e personalidade forte. Elas amam surpresas e vivem a vida do seu próprio jeito, sem convenções.
5. Este é o rastro deixado pelas poderosas. Essa garota é confiante em si, equilibrada e é muito detalhista. Com sua energia e criatividade ela passa facilmente pelos obstáculos que surgem pela vida, chama atenção e é incontrolável.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Dia D !



Ah... Eu quero o mundo, desejos, beijos!
Noites paradas memoráveis
Uma ação louca que eu nunca faria (faria de passado) o/
Dançar até os pés doerem
Gritar até falhar a voz
Uma noite alcoolizada de alegria
Um show inesquecível
Estudar – estudar – estudar – estudar
Viagens
Um consumismo saudável
Viver como se fosse a minha última noite neste mundo infame
V.S.R




Galera hoje é o Dia Mundial Do Rock e como amante deste estilo musical e suas vertentes, hoje é dia de comemorar com grande estilo, ou seja, escutando um bom e velho rock'n roll regado com vodka e afins. A noite promete  :D
Para entrar no clima hoje já comecei o dia escutando aquela rádio gringa (que já postei o link aqui) e nunca escutei uma programação tão boa quanto esta sendo hoje. Talvez seja até a minha animação mas não tem problema. Em falar de rock, vai rolar show do Slash no Brasil! Isso mesmo! Fodástico...
E graças as minhas preces ele vai passar por DF que é perto da city que moro. Não sei ainda se vou mas se dependesse só da animação e vontade já estaria lá. Infelizmente envolve muitas coisas além de grana, tenho muitos mini projetos que desejo arduamente ainda conquistar esse ano e uma delas é uma câmera fotográfica semi profissional  :)
É, eu que queria tanto um "novo" hobby, descobri um, a fotografia. Mas não rola em máquina caseira. Se é pra fazer as coisas tem que fazer direito (um dos meus lemas) e nessa brincadeira vai em torno de mil reais.
Então é isso, feliz dia do rock para você que tem bom gosto e boa sexta-feira!

\m/

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Não Desistirei de Nós Ainda que os Céus Fiquem Violentos

Cadê o cavalheirismo? Foi afogado em alguma poça de lágrimas infiéis? Mulheres amam, se decepcionam, reconstroem pedacinho por pedacinho do seu pequenino coração partido em trilhões de partes e mesmo assim continuam românticas, amáveis, esperando o carinho e o Bom Dia da verdade.
Vem a idéia: Frescura
Não! Romantismo não é frescura, atenção e empenho não é coisa de homem baitola. Eles são um dos poucos pilares que ainda sobrevivem aos que desejam um companheiro que te faça feliz. Fazer com que outrem se sinta satisfeito é complicado e da trabalho pra caramba mas, é tão recompensador. Ninguém vê mais isso além de mim?
Demonstrar afeto não te torna fraco. Surpreender seu companheiro com qualquer coisa mas, qualquer coisa mesmo se torna algo tão legal e é o mesmo que dizer "eu lembrei de você neste instante". Depois do sexo  a namorada/esposa quer ser abraçada Sim e isso não é coisa de mulherzinha boba, isso são coisas de quem possui sentimentos e esses sentimentos devem ser zelados ...
Será que o mundo evoluiu tanto que eu  fiquei no estilo vintage sozinha, perdida com tudo que vejo acontecer  a minha volta. (?)

Sabe, tem uma música do Jason Mraz que quando eu escuto me da uma sensação gostosa de que a vida é linda demais pra gente deixa-la passar assim, sem mais nem menos.
Histórias de amor têm que ser vividas intensamente mesmo nós sabendo bem no fundo que ela não será eterna, ele não será seu marido, ela não será sua esposa, vocês não viverão uma linda vida até o dia que morrerem e ponto final. Por este detalhe vejo as pessoas fazerem de suas relações amores mornos, sem emoção.

Por favor: façam acontecer, façam uma loucura, programe algo inusitado, faça o dia valer a pena, faça você valer a pena e fique na memória dessa pessoa para sempre como o(a) bom(a) companheiro(a) que você foi ...
Ninguém quer ser lembrado pelas infelicidades e sim pelas alegrias que proporcionou. O título do post é uma frase da música de Jason Mraz, deste vídeo.


quinta-feira, 28 de junho de 2012

coisinhas inhas inhas

Eu venho olhando ultimamente muitas coisas na internet e por mais que seja algo óbvio (internet = informação) estou descobrindo muitas coisas legais.
Vejo várias coisinhas para decoração de quarto, sala, mesa escrivaninha e afins  Aqui!. E sabe o que imagino? Não, não sou eu casando, não joga praga! 
Imagino a minha breve e futura casa (:
Eu vi em outro blog e não resisti em não falar o quanto eu viajo olhando esses apetrechos.


Enquanto qualquer pessoa normal compraria móvel, eletrodomésticos, eletroportáteis e vários etc, eu acho que eu gastaria todo o meu dinheiro comprando essas "coisas" que nem consigo definir com outra palavra. Só para deixá-la (a casa) do jeito que eu quero.
Sim, o sonho esta começando a se materializar: Adeus L.E.M. ,  Olá oportunidades

Só espero que de tanto desejar a linha de chegada eu não acabe caindo, tão perto ... É o velho nadar e morrer na praia.

sábado, 23 de junho de 2012

Céu Azul

Tão natural quanto a luz do dia
Mais que preguiça boa, me deixa aqui a toa,
Hoje ninguém vai estragar meu dia,
Só vou gastar energia pra beijar sua boca

Fica comigo então, não me abandona não
alguém te perguntou como é que foi seu dia?
Uma palavra amiga? Uma noticia boa?
Isso faz falta no dia a dia
A gente nunca sabe quem são essas pessoas

Eu só queria te lembrar,
Que aquele tempo eu não podia fazer mais por nós
Eu estava errado e você não tem que me perdoar
Mas também quero te mostrar,
Que existe um lado bom nessa história:
Tudo o que ainda temos à compartilhar,

E viver, e cantar,
Não importa qual seja o dia. Tão natural quanto a luz do dia...

E o avião?

Agora é oficial: Férias.  Graciiiias! 
E que venha logo último semestre para acabar de vez com isso!
Quem foi o fdp que disse que algumas coisas da vida  são fáceis como.. Mamão com açúcar?
Quero fazer minhas coisas, o meu caminho logo. Minhas viagens, meus sonhos, meu tudo que estou atrás desde que cai na vida do "só se consegue o que quer trabalhando". Então... Desde sempre? haha
Vida de inferno, você poderia ser um pouco mais fácil 
AAAAAAAAAAFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF
Terminado o mimimi. Quero morrer.
Morre Caroline!
Arrr

Ok, passou.

Recebi do meu professor da faculdade uma dica de rádio online bem showzinha, é de São Paulo (que dúvida). É a Rádio Mix, tem uma e outra propaganda mas, rola altas músicas boas da atualidade. Muito boa. Tem a rádio Multishow que também não fica atrás em qualidade musical ligth.
Pra quem curte só rock'n Roll, recebi o link de uma rádio gringa do meu namorado, a rádio é da Califórnia - EUA. Nada de propaganda e afins, só música. Clique Aqui

Acho que nunca escrevi o nome dele aqui (do infeliz do meu namorado), mas essa caixinha estúpida aqui do lado é pra você!
-------------------------------------------------->
Nunca vai ver mesmo. Eu acho. Coisa chata que amo!

Post bem aueeei mesmo, sem nada específico. Só queria deixar registrado a minha euforia meio suicida com o término do penúltimo semestre e a loucura que já esta me dando em estar tão perto do fim e do início da corrida por concursos públicos. Mesmo eu parecendo estar comportamentalmente estranha, estou bem e sorridente. Acreditem! Não estou mentindo.  :D
Gente, bom final de semana porque que eu nem sei como vou começar, ou melhor, terminar esse primeiro findi de férias. Acho que ele vai se resumir em muito chima, leitura, filmes, séries, passeios, cachoeira... Ta bom né (:
Ah, o título "e o avião" é meio filosófico: Não perca a sua chance.