sábado, 24 de novembro de 2012

Aniversário é uma grande Porra

Sabe o que você ganha em ser a pessoa que você é: Nada! Absolutamente nada!
Mesmo você trabalhando desde os quatorze anos, mesmo ter optado em mudar para o período noturno nos estudos para poder trabalhar em tempo integral e ganhar mai$, opção não muito legal para os estudos porque todos sabem: ensino médio a noite é uma grande merda, não chega nem aos pés do que no período matutino.
Enfim.
Você estuda, você trabalha. Você se forma. Você deseja fazer uma faculdade fodona mas entende que seria um pouco difícil seus pais te manterem em outra cidade. Você poda na raiz seu sonho. Beleza...
Você opta por um curso técnico, não se identifica maaaaaaaaaas, por consideração termina ele já que estão pagando para você.
Então resolve fazer um curso superior na sua cidade mesmo, resolve que andar de a pé não da mais e compra uma motoca, sozinha. Resolve que quer mudar as coisas, as roupas, comprar coisas legais e você compra, tudo, com seu próprio dinheiro! 
Decide ir viajar e vai, com seu próprio dinheiro. Tem pra si uma postura independente e de ação, não espera as coisas acontecerem na sua vida, você faz acontecer.
Percebe então que pagar faculdade, moto e outros afins não cabe em seu orçamento, o que você faz? Pede ajuda aos seus pais, óbvio. Não! Você corre atrás do Prouni! Se inscreve, faz a prova, levanta todos os documentos necessários e ÓH, você conseguiu sem ajuda de ninguém. Sem o dinheiro de ninguém sem a porra de ninguém do seu lado!
Agora, eu estou me formando e sim, sou a primeira da família. E sabe o que eu ganho. Nada! Sabe o que recebo no meu aniversário? Nada. Sabe qual é a grande conclusão disso tudo? Que ninguém sabe dar o meu merecido valor!

Ninguém pensou "vamos faze uma coisa para a Carol porque, nossa é o niver dela, ela merece". Puuft, grande ilusão.  Até pensaram em fazer, mas o máximo que senti o quanto não sou importante foi quando ouvi "ah to sem dinheiro, faz uma janta com o que tem". Como assim porra! Eu sou tão sem importância para merecer algo que de para fazer com o que tem? Eu sou tão sem importância que você que é uma pessoa especial e de grande valia na minha vida nem se deu o trabalho de comprar algo para mim, bater um pouco a cabeça pensando o que me agradaria porque eu mereço um pouco dos seus neurônios queimados de dúvidas do que me dar? Não acha que uma ligação talvez seria legal mesmo você estando em viagem trabalhando?

Sabe o que eu acho? Jovens, não estudem, não trabalhem, não se sustentem, não paguem as suas contas, não se importem só assim vocês vão ganhar algo nas datas especiais e serão especiais, porque tadinhas de vocês, casaram cedo, não terminaram a faculdade, já tem um filho, não conseguem se sustentar, só fazem mancadas nessa vida, etc. Vocês precisam de ajuda e de um motivo para ficarem felizes e de bem consigo mesmas e quem estiver a sua volta te proporcionará isso no seu dia.
Eu? Ou nós que demos o sangue e suor em tudo que fizemos. Aahh! Nós somos auto suficientes e não precisamos de mimos, ou atenção, ou uma janta surpresa, ou se sentir especial porque alguém se deu o trabalho de nos fazer sentirmos assim. Nós conseguimos tudo o que almejamos até agora, então por favor, não gastem seus esforços conosco. Somos tão felizes sendo sozinhos que quase nem me lembrei que eu estava completamento mais um ano de vida.

Ps.: As pessoas mais próximas são as que sempre mais te magoam. Anote isso.

Postar um comentário