sábado, 11 de outubro de 2014

Como ler mais de 100 livros por ano?

Este texto é original do Homo Literatus e como achei muito interessante o relato dele sobre esta meta, resolvi publica-lo na íntegra. Boa leitura.
 
 
 Deixemos a discussão “quantidade x qualidade” para o final, ok?
 
Além de ser um texto didático, onde você aprenderá as maneiras de alcançar o prometido no título, preciso dizer que este é um texto de testemunho pessoal, ou seja: Como eu consegui ler mais de 100 livros por ano. Quando por volta dos quinze anos de idade li num livro chamado Efeito Medici, de Franz Johansson, que uma empreendedora americana acreditava que suas ideias vinham das muitas leituras, mais de 100 livros por ano, eu disse a mim mesmo que jamais conseguiria esta meta. 
 
Eu me enganei.
 
Como consegui atingir a meta dos 100 livros? Vamos às dicas:
 
1) Se concentre em ler livros que lhe interessem. Vez ou outra, faça incursões por obras que difiram de seu gosto literário, mas se não “fizer seu tipo”, desista. A não ser que realmente tenha necessidade de ler aquela obra. Por que fazer de sua leitura um momento de tortura? Você não precisa provar nada a ninguém. Não com seu gosto literário;
 
2) Mantenha uma lista das obras que você leu. Algo simples, com nome do livro e do autor. Assim, ao final de cada ano, saberá quantas obras leu! E claro poderá fazer um acompanhamento de como foi seu crescimento ao longo dos anos (revelarei no fim da matéria meu crescimento nos últimos seis anos);
 
3) Tenha períodos de leitura diversos, em vez de tentar ler por três horas seguidas. Não que ler tantas horas seguidas não seja bom, mas pressupõe-se que ao ver o título deste texto, você pensou: “eu jamais terei tempo para ler tanto”. A dica aqui é a seguinte: dispõe de quinze minutos na fila do banco? Leia. Passa meia hora no transporte público? Leia. Tem meia hora vaga no seu horário de almoço? Por que você não começou a ler ainda?
 
4) Dois livros por semana são o suficiente. Um ano tem 52 semanas. Para alcançar a meta de 100 livros por ano, você precisa ler em média, dois livros por semana. É muito? Será? É evidente que há livros de 80 páginas e outros de 800, mas se você quiser equilibrar, pode muito bem após se dedicar por duas semanas a ler um calhamaço, acabar por consumir três ou quatro obras fininhas. O mais importante é você curtir a leitura.
 
5) Muitos livros de uma vez, podem retardar sua leitura. Aumente aos poucos sua capacidade. Parece estranho, mas é verdade. Algumas pessoas deixam de ler muito por pegarem vários livros de uma vez. Sempre que retornam ao livro interrompido, precisam reler longas partes, demoram a retornar àquele universo ficcional. No começo, leia um de cada vez, depois vá aumentando. Mas é importante não passar tempo demais longe do livro que você está lendo – caso realmente se importe com a tal meta de 100 livros por ano.
 
E onde fica a qualidade?
 
Por que não pode existir qualidade sem quantidade? É esta a justificativa que você costuma usar para ler pouco? Ok, está no seu direito. Viva a ilusão da democracia, onde cada um fala o que pensa. Mas a verdade é que é possível ler muito e com qualidade.
Tudo que você precisa é selecionar bem as obras e ler na sua velocidade, sem pensar que “ler mais rápido”, será mais útil. Num manual em que se pode apelar apenas ao necessário, tudo bem. Mas numa obra ficcional, esta não é a melhor opção.
Vá aumentando sua capacidade de leitura aos poucos. Assim não há perda de qualidade.  
De não leitor, a mais de 100 livros por ano
 
Vou contar agora como foi minha trajetória de leitor. Ponderei bastante antes de escrever este texto por não querer soar como alguém que se exibe pelos livros que leu. Muito embora, faça minhas as palavras de Borges: “Que outros se gabem das páginas que escreveram; eu me orgulho das que li”.
O primeiro ano em que comecei a anotar minhas leituras foi 2008, eu tinha então 16 anos de idade. De lá para cá, pode se notar o crescimento:
 
2008 – 24 livros
2009 – 18 livros
2010 – 36 livros
2011 – 72 livros
2012 – 110 livros
2013 – 130 livros  
Considerações finais
 
É possível ler 100 livros por ano? Penso que a pergunta já foi respondida.
Talvez a dica mais interessante é a de você anotar os títulos dos livros que você leu, para fazer um comparativo como este que apresentei acima.
Reitero que não escrevi este texto por orgulho. Ler é sim uma paixão, como para muitos de vocês, mas espero nunca usar deste hábito para autoafirmação intelectual.
A metáfora está um tanto batida, porém ainda é válida: um livro é como uma arma, você escolhe o que fazer com ela, se a utiliza bem ou mal; mas à medida que cresce sua habilidade de utilizá-la, você consegue tirar mais proveito: sendo mais rápido e errando menos.
 
 

Postar um comentário