segunda-feira, 29 de setembro de 2014

#20 - Coisas que aprendi antes dos 25 - Velha e louca

Por que já é a metade de cinquenta e alguma coisa eu devo ter absorvido de todos os socos que levei desta moça chamada vida.


Velha e louca





E como já cantava Mallu Magalhães no auge dos seus vinte e poucos anos "pode falar que eu não ligo, agora amigo eu tô em outra, eu tô ficando velha, eu tô ficando louca" e pasmem pois é a pura verdade. Eu tenho vinte e quatro anos e com os vinte e cinco já batendo na porta mas a minha alma, caros amigos, é de uma pessoa idosa e ranzinza porém gente boa  :D
Conforme os sofridos anos se encerram e se reiniciam você pode mudar e no fim muda muito, como por exemplo, o ódio mortal que sobe na minha espinha ao estar assistindo um filme e o volume estar alto e alto para mim é volume 11. É, eu sei, sou doida. Como também evito lugares onde o som ambiente supera o tom da minha voz normal para a comunicação e você fica lá, berrando, tentando trocar duas palavras com quem te acompanha. Eu disse, i-do-sa.




Mas se posso tirar algo bom disso é que assim como me importo DEMAIS com coisas que antes nem ligava (pra quem adorava um frevo e música alta), acontece também o inverso; este é o que te salva de tornar-se uma pessoa bizarra e antissocial.
O tempo te mostra que se preocupar demais não te leva a nada, mas NADA mesmo. Difícil de acreditar né. Que fofocas da vida alheia entra em um ouvido e sai pelo outro e uma lista intermináveis de coisas. No balanço final você se torna uma pessoa mais leve porém, com mais manias. hahaha
"Eu sou louca com meu tigre. Loca, loca, loca", agora te entendo Shakira.
Postar um comentário