segunda-feira, 15 de setembro de 2014

#18 - Coisas que aprendi antes dos 25 - Love love love e money

Por que já e a metade de cinquenta e alguma coisa eu devo ter absorvido de todos os socos que levei desta moça chamada vida.

Love love love e money



Quando me apaixonei pela primeira vez, foi de coração. Aquele velha balela de adolescente sobre o primeiro sentimento aflorado sendo que nem chegou a se tornar "algo mais sério". Foi meio até que platônico (normal) quando na minha época de adolescente a paixão vinha pelo o que a pessoa ERA e não pelo o que ela TINHA. Se apaixonava pela beleza, pelo humor e etc etc.
Já hoje é muito claro que os pertences interferem muito na decisão do amar ou não amar e isto é triste, muito triste. Este viés não se limitou ao amor e entrou na escolha das amizades, na hora de fazer aquele favor de coração sendo que na verdade esta esperando algo grande em troca... Tudo esta relacionado a bens e o que pode-se ganhar a custa dos outros.
E eu me peguei inúmeras vezes com pessoas ao meu redor sendo que no fundo não havia nada de verdadeiro ali (não que eu tenha grana, não é isso) mas, estavam esperando algo relacionado a ideia base do que estou tentando passar aqui, queriam tirar proveito da situação ou de algo que eu poderia oferecer. 
Ter enxergado com clareza isso evitou-me diversas decepções e também ensinou-me a filtrar estas pessoas. No fim você vê que aquele favor de coração, aquele amigo do peito e o amor de verdade virá de pouquíssimas pessoas e que serão os mais importantes da sua vida.
Não há dinheiro, poder e coisas afins no mundo que te dê amigos e amor de verdade.
Postar um comentário