quinta-feira, 27 de novembro de 2014

My heart is a stronger





Forte como um diamante eu me enxergo entre sua escuridão que chamas de olhos

Infinito preto que envolve e adentra em minha pele, respiração

Asfixiada pelos seus pensamentos que insistem em burlar meus muros

Não procuro luz nem conforto, quero sangue e rebeldia.

Sentir a fúria resistente ao amor



De panos brancos e santos não somos feitos

Carregados de pecados, ombros largos possuímos para todo o mundo

Alguém se importa? Para onde ir?

Todos querem controlar respostas de perguntas que nem temos
V.S.R.
Postar um comentário