terça-feira, 25 de agosto de 2015

Mrs Jacaré

Vou compartilhar com vocês hoje a minha idade mental em ter um urso de jacaré mas antes aperta o play  :)

Ele não é apenas um urso qualquer, dado como presente em um dia qualquer ou muito menos em uma data especial. Ele tem uma breve história muito legal que fez com que se tornasse o xodó e a representatividade do amor de um casal super gente boa. 
Eu e meu namorado, ha-ha! Vamos tirar o super gente boa porque nós somos muito ranzinzaS quando queremos.

O Mrs Jacaré também é bilíngue.
Tudo começou em outubro de 2014 quando André sofreu um acidente de carro muito sério. Após a loucura inicial, o corre corre para fazer diversos exames (na coluna e na cabeça) e o vai e volta de consultas médicas - ele estava bem. Entretanto, estava com muitos machucados, com muitas dores no corpo e na cabeça e principalmente nos pontos que levara. Dificultava sua alimentação além do sono.
Após a primeira semana na correria retornei ao trabalho normalmente e todos os dias após as 18 horas eu passava em casa para pegar roupas limpas - e deixar as sujas - e ia para a casa dele. Era o tempo que tínhamos. A noite era a melhor hora para ele pois o quarto ficava fresco e tinha a minha companhia, era o momento que ele queria a minha atenção mas eu já estava o pó da gaita devido a minha rotina.
Sempre tentava inventar algo que ele animasse a comer mas confesso que não dava muito certo, e assim ele emagreceu - acho que - uns cinco quilos com um piscar de olhos.
Durante o final de semana é que eu via o quanto aquilo tudo (dores, pontos e etc) o incomodava e o deixava com um mal humor terrível. A primeira coisa que fiz foi agilizar um ar-condicionado o que melhorou um pouco a situação.
No segundo final de semana após o acidente, andando pelo centro e comprando algumas guloseimas para ele, passei em frente a Cacau Show e vi uns chocolates que eram acompanhados com ursinhos. Eu nunca dei urso para ele e nem ela a mim, afinal, estamos com o pé nos trinta e sei lá, nunca pareceu ser algo legal para se dar. Mas naquela ocasião eu quis dar a ele algo para alegra-lo.
Entrei na loja e tinha as seguintes opções: Macaco, tigre, arara azul e o jacaré.
Eu amei o jacaré  <3 



Achei muito a nossa cara - gostar de coisas que fogem o padrão. Comprei, pedi para embrulhar e levei direto para a casa dele. Confesso que imaginei a seguinte situação: Eu acordando ele para dar o presente, ele senta com dificuldade, eu abro e mostro o presente, ele olha - olha - olha, agradece, resmunga algo sobre a dor, come o chocolate e volta a deitar-se. Quando entrei no quarto já estava com aquele sentimento de arrependimento e frustração.
Mas não foi bem isto que aconteceu. Quando abri a embalagem ele curtiu muito urso. Adorou ele por ser verde, por ser um urso jacaré e não um urso panda, tigre ou qualquer outro animal.
E eu? Eu fiquei feliz em proporcionar a ele esta alegria em um momento tão tenso. Um presente bobo que eu não tinha pretensão nenhuma se tornou algo muito especial.
Desde então ele se chama Jacaré, claro. Ele fica na cama junto com a gente quando vamos assistir filme ou jantar pizza como bons preguiçosos. Quando vamos trabalhar de manhã ele fica lá debaixo das cobertas enrolado ou sentado no meu travesseiro de viagem. Quando mexo no álbum de fotos do meu celular encontro fotos dele sentado com o controle do x-box na frente, ou com minha carteira - que esqueci de colocar na bolsa - ou com meu óculos de sol.
Virou uma brincadeira particular nossa: O senhor jacaré.
Ele tem vontades, saudade e adora a gente. Eu disse, ~ piada interna ~.

E com tanto amor e sentimentos para demonstrar resolvi começar um painel no Pinterest só para ele e suas situações. O Mrs Jacaré é a materialização de um momento feliz e descontraído.

O Sr Jacaré também é um leitor assíduo

Eu acho que o jacaré está meio preocupado com o chamado do Ozzy
A ideia de tirar fotos assim e - assim que possível - em viagens e lugares partiu deste Instagram, o The Traveling Mr. Fox.
Só que a história desta raposa linda também é para lá de inspiradora.
Se você ainda acha que bichinhos de pelúcia são coisas de criança, pode começar a mudar de ideia agora mesmo, ao conhecer The Traveling Mr. Fox, uma raposa de pelúcia que está ajudando a mudar o destino de um paciente com câncer terminal.
O brinquedo foi um presente de Gary Moore para a pequena Jessica Johnson por seu aniversário de três anos. Desde então, ela e a raposa de pelúcia se tornaram inseparáveis. Apesar disso, foi só em 2006 que Jessica passou a viajar com Mr. Fox, enquanto compartilhava as fotos destas viagens através da conta The Traveling Mr. Fox no Instagram, sendo acompanhada de perto por mais de 5 mil seguidores.
Tudo estava indo perfeitamente bem, quando Gary, alguns anos mais velho, foi diagnosticado com um câncer terminal e precisou lidar com uma rotina incansável de quimioterapias. O médico de Gary explicou que umas férias lhe fariam bem – e é aí que o Mr. Fox entra novamente.
Jessica e a raposa de pelúcia aproveitaram a repercussão das fotos no Instagram para criar uma campanha de crowdfunding capaz de levar Gary e sua esposa em uma viagem dos sonhos e permitir que ele aproveitasse ao máximo a vida. Uma forma encantadora de recompensar o amigo que havia lhe oferecido a raposa de pelúcia alguns anos antes.
Até agora, mais de U$ 4,7 mil (cerca de R$ 14 mil) foram arrecadados e você pode contribuir com doações a partir de U$ 5 através da página do projeto. Fonte HYPENESS
 Algumas fotos:





 Agora que vocês entenderam a ideia do painel Mrs Jacaré e de quebra receberam uma dica de insta com o The Traveling Mr. Fox., entra no Pinterest e segue o Mrs Jacaré para não perder as publicações, meu Instagram CBREDLICH que também terá as fotos do Jacaré entre tantas outras e também siga o Mrs Fox no The Traveling Mr. Fox  :)


Postar um comentário