sábado, 2 de junho de 2012

Não é tpm

Hoje me senti tão exausta de todas as vezes em que pacientemente conversei numa boa explicando para as pessoas (novamente) que tal comportamento não é legal, não me agrada, é ofensivo e muito desrespeitoso que estou completamente sugada e a "alegria" e o "contentamento" que estava transbordando, já foi embora.
Em outros anos eu não perderia meu tempo conversando pois já teria explodido, mandado à merda e dado as costas. Usar a palavra perder tempo é um tanto forte até porque eu não considero perda de tempo conversar para tentar deixar as coisas nos conformes, então "perda de tempo" no sentido figurado.
Enfim,                    cansei. Desculpas não resolve mais.
Então, em vez de mais uma vez encher esta página sobre palavras e ações que acho absurdas e que (pelo amor de deus) eu não mereço escutar ou passar por elas, vou lotar sobre coisas que eu gosto. O oposto do que esta  me incomodando.
Quem sabe falar sobre isso atrai elas e me deixe um pouco feliz.

Educação. Uma pessoa educada é coisa de outro mundo, não há quem no mundo que prefira trocar momentos (no geral de amizade, família, enfim) com uma pessoa que se comporta, fala e age com educação do que com uma que é grosseira, respondona sem necessidade e etc. Ser educado não significa ser careta. Ser divertido sem precisar responder mal, humilhar outra pessoa é um "dom",entre aspas mesmo, para poucos. Entre aspas porque não é dito um dom, só depende de você mas, poucos o fazem.

Respeito. A palavra respeito vai além do NÃO pronunciamento de palavras ofensivas a outra pessoa. Esta mais para o limite da brincadeira, do saber diferenciar até onde é legal e depois da onde que é desrespeitoso. Esta para aquela velha frase que nossos pais repetiram durante ano a fio para nós "Não faça com o próximo o que não quer quer façam com você", coisa básica mas que é difícil de entenderem. Eu gosto de respeito e de educação. Na verdade, elas andam juntas.

Carinho. É dispensável escrever que todos nós precisamos e ansiamos afeto. Dê para receber.

Surpreendida. Se tem algo que me ganha é me surpreender. Uma atitude, palavra, presente... Qualquer tipo desde que eu não tenha previsto tal ação antes dela ser efetivada. Explico: Quando você passa muito tempo com alguém (amigo / familiar / companheiro) você aprende a prever seus atos tanto os bons quanto os ruins. Se ela te magoou, por exemplo, você já sabe que ela vai pedir desculpa da forma X e que (a infernal pessoa) vai fazer de novo, pedir desculpas de novo, dizer que entendeu e que não o fará mais. Depois vai fazer de novo, pedir desculpas, dizer que entendeu e não o fará mais e assim repetitivamente, incansavelmente e inutilmente pedir desculpas, de novo. Cansou de ler né, então canse de errar. O pior do erro não é aquele que você estava meio desavisado, não sabia que a pessoa se incomodaria ou nem pensou na hipótese. O pior mesmo é aquele que já foi esclarecido e continua a ser repetido, é como uma traição. Talvez por viver tanto esse ciclo que ser surpreendida por coisas boas me conquista e me deixa muito feliz.

Diversão. Amo fazer coisas diferentes, o mais legal é que não precisam ser coisas de uma grandiosidade absurda. Passar um final de semana na cachoeira, assistir uma corrida, ir para uma fazenda, acampar, passar uma tarde com amigos, atirar, jogar videogame ou não fazer nada. O meu dia se resume ao seu fim se foi bom ou não se as pessoas que estiveram comigo foram agradáveis.

Atenção. É gostoso ver que alguém lembra de você quando esta programando algo, inda mais quando vem de pessoas que você sempre leva em consideração quando esta marcando algo. Entendeu?

Doces-Vinhos-Massas. Eu amo! Adoro chocolate, adoro vinho e massas (pizza, lasanha, macarronada).

Viajar. Eu andei tanto nesse Brasil afora quando mais nova que virou meio que uma paixão viajar. Acho super legal ir até DF passar um feriadão com meus parentes, fazer um churrascão, comprar um monte de bebida e sentar, comer e beber (até entornar). Isso pode ser com amigos também, a satisfação é a mesma :)
Se programar para ir em outro lugar, para algum evento específico... Tudo que envolva BR, família e amigos ta valendo.

Presente. Quem não gosta de ser surpreendida com um presente ou lembrança, assim, do nada. Sem data de aniversário, de Natal ou qualquer uma dessas. Receber algo só porque a outra pessoa viu e lembrou de você. Sim, já recebi muito presentinhos assim e é a coisa mais deliciosa do mundo a sensação :D

Amor. Todos um dia amaram ou vão amar. Uns amaram demais quem não valia muito a pena e amou de menos quem merece esse sentimento. A vida é complicada mesmo, só que, quem recebe de menos um dia vai embora, isso é fato. Ninguém gosta de ser o gostar miúdo, o amor controlado e pequenino, enfim.
Antes eu era uma boba apaixonada daquelas que imaginava o casamento e a felicidade de toda uma vida, isso a anos atrás. Eu não sei o que é pior: não ser completamente entregue porque não acredita mais nisso ou porque não foi conquistado. Ou até chegar a pensar nessa felicidade ao extremo e depois desacreditá-la depois de um tempo. Ah, sei lá. E sinceramente, não sei qual é o meu caso.

Só to cansada, preciso de férias e de alguém que faça brotar sorrisos em mim.
Família e pessoas próximas as vezes parece que só presta pra chatear...
Postar um comentário