segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Ações






O estudo foi para mim o remédio soberano 
contra os desgostos da vida, 
não há nenhum desgosto de que 
uma hora de leitura me não tenha consolado.





Eu não gosto de pessoas mandonas. Sendo mais sincera, odeio pessoas que gostam de sentir que mandam em alguma coisa. Por que, não mandam em bosta nenhuma!
Não gosto, por exemplo, quando minha mãe fala com um tom desnecessário, ou seja, como se realmente eu fosse fazer algo correndo só por ter fala de tal forma. Muito pelo contrário... Eu fico cínica, áspera e tenho vontade de matá-la. Houve um momento em especial em que ( mais uma vez )  brigamos por besteiras dela, onde na certa ocasião me pediu para pegar um pano. Eu pegaria o pano mesmo ela tendo agido como uma  imbecil em ser totalmente mal educada por estresses particulares dela, mas é que ela usou o  tom que fazem meus ouvidos doerem... Eu... só a olhei como se não tivesse acreditando naquilo.
Como toda pessoa que ACHA que manda em alguma coisa solta uma frase final: Vai pegar o pano ou quer que eu desenhe?

Claro... Desenha ai!

É, ela teve que se dar o trabalho de ir buscar o paninho...  ¬¬

Agora eu pergunto: Teve a necessidade disso? Sério, porque eu não compreendo essa fixação amadora e ilusionaria, chega a ser quase uma utopia pensar e agir assim. É como em um namoro, é ridículo mentalizar que tem poder de mando sobre o outro. Mandar ficar em casa, não sair com tal grupo, não fazer tal coisa... Voltamos a era das cavernas e eu não estou sabendo..
Vale ressaltar que tudo é completamente relativo em um relacionamento, tudo é uma questão de acordo. Ambos mudam o comportamento e até deixam de frequentar lugares que, namorando, não se deve ir por questões óbvias e de respeito. Isto é completamente diferente de achar que o outro é uma criança de 5 anos e que se você gritar "fica quieto!" achar que ele vai obedecer.
Ninguém obedece o mando de outro mas, mantém o respeito. Você não faz algo por alguém porque esta obedecendo a uma ordem ou algo do tipo. Você faz porque a respeita, porque se sente a vontade em fazer/realizar o PEDIDO dela.
É mais do que uma simples falta de educação é algo irracional um ser humano achar que tem poder em cima de outro. É claro que, há pessoas que interferem ativamente na vida das pessoas mas, na base da educação, do por favor, porque, não há nada de errado em pedir coisas mas peça-as com dignidade...
Há pessoas que faz brotar em mim irritação e raiva ao fazer isso mas agora, há pessoas em que se cria uma magoa por agir de tal forma.


  :-|

a cara de mais ou menos é particular e não uma expressão


















Postar um comentário