sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Istambul: a cidade dos gatos [Dica]

Eu tenho uma paixão surreal por gatos apesar de no momento não ter uma bola de pelo para chamar de meu porque roubaram meu Bartolomeu e meu coração esta ainda em migalhas :(
Eles são verdadeiros, dão carinho quando realmente sentem amor e não se conquista um gato com uns cafunés bobos no fim do dia. Por este sentimento imenso que sinto por estes felinos, reposto uma matéria que li lá no Gatinho Branco sobre a cidade Istambul e os gatos!



A cidade de Istambul, na Turquia, tem mais de 7 mil anos de idade e recebe turistas do mundo inteiro, mas muitos deixam de olhar a arquitetura antiga para observar algo menor, os verdadeiros “donos” da cidade, os gatos. Istambul tem gatos em simplesmente todos os cantos, e é difícil almoçar ou sentar para comer um lanchinho sem sentir uma patinha na sua perna ou rabo dando voltas na sua cadeira.
A população convive em harmonia com os bichanos pulando em suas janelas, muros, vitrines, stands e mesas. É muito comum, inclusive, ver pratos de ração e água embaixo de marquises e telhadinhos. A viajante Jodi Ettenberg, conta em seu blog que quando foi surpreendida por um garçom ao passar um pedacinho de frango para o gato que estava no pé de sua mesa, o garçom, em vez de enxotá-lo, apareceu com uma coxa de frango inteira para ele.
Os gatos de Istambul são um fenômeno tão interessante que a produtora Termite Films decidiu fazer todo um documentário sobre a cidade a partir dos olhos dos gatos (trailer abaixo)! O lançamento está previsto para 2015, e o título original é Nine Lives – Cats in Istambul (Sete* Vidas – Gatos em Istambul). *Em inglês, fala-se que os gatos tem 9 vidas, e não 7 como em português.
Não existe um motivo único para a cidade ser tão cheia de gatos, mas um fator decisivo é a predominância da cultura muçulmana e seu respeito pelos felinos. Os gatos são admirados e reverenciados por sua limpeza, e têm permissão para entrar em mesquitas. Acredita-se que um muçulmano que faz mal para os gatos será gravemente punido na vida após a morte. Os cachorros, entretanto, sofrem de um preconceito bastante injusto e triste, pois são considerados animais sujos e indignos da atenção e cuidado humanos.
Os viajantes Jürgen and Mike passaram 91 dias em Istambul, fotografando, entre outras coisas, seus milhares de gatos. O resultado é o Tumblr Daily Cat Istanbul,  onde eles postaram ao menos uma foto por dia dos habitantes felinos da cidade. Vale a pena conferir!







Postar um comentário