sexta-feira, 21 de julho de 2017

Netflix e uma vida entre séries, atividade física, vinhos e amigos

Desaparecer é uma palavra forte, entretanto é o que aconteceu comigo e meu pequeno mundinho na web. Tantas coisas boas e tantas outras chatas aconteceram que, pensar em escrever foi uma das últimas opções da minha lista. Mas desta vez não vou enchê-los de desculpas, apenas de coisas legais que vale a pena ser compartilhadas como, por exemplo, está água com gás!




Ouço neste exato momento o novo CD da Lana Del Rey que foi lançado hoje, dia 21 de julho de 2017, caso você esteja lendo do futuro, ou do passado 👀. Uma delícia de som, para quem gosta de Índie vintage.

Bom, a novidade é que vou postar aqui para vocês as resenhas que fiz para a Immagine por quase um ano sobre alguns livros xodós, outros nem tanto. Tudo bem que quem deseja ler é só clicar na aba no MENU mas, quem dita as regras aqui soy yo então, contentem-se.

Irei compartilhar com vocês - e bem atrasadas - as dicas de lugares para visitar do roteiro que fiz no início do ano e que dá uns par de posts (me senti do interiorrr). E isto só esta acontecendo porque estou saindo de viagem novamente e ainda nem postei para o mundo os lugares, comes e bebes que merecem uma visita da última pernada. Se minha memória me ajudar a listar todos, um mero detalhe 😊
Ah, e as peripécias de uma pessoa que caiu de paraquedas em um novo esporte? Terá sim senhor!

Mas e o que dizer da Netflix, humanos. Resisti friamente e para ser mais exata até 20 dias atrás. A rainha da **** toda, a Sky, fez uma abençoada atualização em seus canais e ali foi o princípio do declínio do seu reinado em minha vida. Perdi meus agendamentos de super estreias de filmes, minhas séries não gravaram mais - sorte que meu Grey's Anatomy já tinha finalizado a temporada -, os documentários de climb ficaram todos furados... Olha, uma perdição. Era eu e meu digníssimo mais perdidos que ~insira aqui uma piada batida ~. 

Foi quando em uma noite de sábado, curtindo uma cerveja com nosso tomateiro predileto, sua Aleluia e a mais nova integrante da família que veio a propaganda gratuita da Netflix. Confesso que o ponta pé inicial foi o fato de House of Cards - suaa série original - que instigou o meu cadastro. Não deu outra, sou parte da geração Netflix e sinto minha noites sendo sugadas pelo vício de assistir uma série completa em apenas um dia.

Agora entendo, todos vocês, que assinaram este sistema streaming de filmes e séries antes de mim. Minha vida agora se resume a dividir meu tempo em Netflix, atividade física, cerveja/vinho e amigos.
Postar um comentário