segunda-feira, 7 de setembro de 2015

AH É

Texto escrito após ver visto este V Í D E O  A Q U I


Quando vejo  mulheres compartilhando e tendo os mesmos sentimentos que cultuo agora, neste exato momento e que vem se estendendo a mais de 4 anos... Eu me sinto feliz e aliviada.
Não queremos ter filhos
 
Meu rosto começa AGORA a ficar levemente quente só imaginando a revolta de quem defende veemente que as mulheres ou os casais só poderão ser felizes por completo quando aumentarem sua prole. Galera, tem pessoas que não se vê sendo pais porque não tem a maturidade necessária para ter filho. Isto pode acontecer tchê. Não estou escrevendo de fato que uma pessoa que não desejas um pimpolho é imatura e infantil. Acontece que ter um bebê vai muito além de parir ele e pagar as despesas; você assumi uma responsabilidade do tamanho de uma galáxia, é de sua responsabilidade aquele serzinho crescer saudável fisicamente e psicologicamente.
Você sabe quantas pessoas são depressivas e com inúmeros problemas psicológicos, inseguros e tantas outras coisas devido a criação que teve? A forma que foram tratados, o jeito que recebeu o velho sonoro NÃO da mãe, as palmadas do pai e por ai em diante. Esta decisão é tão tão tão complexa que eu tenho certeza que se todo mundo ponderasse a REAL responsabilidade de se ter um filho a população mundial seria beeeeem menor (risos). É por isto, caros amigos, que se você perguntar aos seus pais se foi planejado sua gravidez ouvirá um "não".
Você veio sem querer porque eles não estavam preparados psicologicamente e financeiramente para te receber. OPS.
Ok Carol, mas a maioria das gestações não planejadas resultaram em lindas famílias, pais orgulhosos, filhos decentes... Pessoas de bem. E onde dois comem, três comem.

Mentira  HueHEuHE

Eu não tiro sua razão. Tanto eu quanto minha irmã não viemos de gestações planejadas e estamos aí na luta :)
Acontece que há pessoas que ponderam muitas coisas antes de ter um filho e elas não estão erradas e pior, elas não podem ser julgadas por isto! Ninguém é obrigado a ter uma criança só para agradar mãe, pai, tia, companheiro(a) e parentes a perder de vista. Esta decisão é muito relativa e quem diz que não quer formar uma família agora pode sim mudar de opinião amanhã, daqui uns dez anos ou nunca mudar. O que não rola é esta pressão social sobre as mulheres e casais (normalmente após uns quatro anos de casados) de que TEM QUE TER FILHO.
A parte mais hilária de tudo isto são as reações das pessoas a sua volta quando você expõe este desejo de não ser mãe.
Saí dessa, amigo.
Filho é um comprometimento pelo resto da sua vida, você não pode obrigar uma pessoa a se comprometer de tal forma se ela não esta afim, obrigar uma pessoa a ser mãe se ela não se sente preparada para isto. Simples. Deixe as pessoas viverem a vida delas felizes, como dito no vídeo: Não tem nada que ninguém ficar se metendo na vida de ninguém.

Por fim, o diálogo é mais ou menos assim:

"Eu não quero ter filhos. Não obrigada, eu estou nova ainda. Eu sei que posso mudar de ideia. Aham, relógio biológico, tô ligada nesta parada também. Completa? Mas eu tô completa (puft). Relaxa que não serei infeliz. Sozinha? Ah, morrer sozinha... Entendi. Mas mesmo assim eu não tô afim..."
 


FIM.


Bônus
Postar um comentário