segunda-feira, 22 de agosto de 2016

[Antes dos 30] e o supermercado

Pra quem mora sozinho ou não, mas que ajuda de alguma forma substancial em casa sabe o problema que manter as contas em dia. É um passo e três facadas. A crise não esta aliviando ninguém. 
Eu como toda pessoa que esta a beira dos 30 anos começa a se preocupar mais com questões de dinheiro; reportagens e dicas de como economizar nos faz brilhar os olhos. Como uma fórmula mágica para todos os nossos problemas. E é isso que vim escrever para vocês hoje: o dilema no supermercado.



1) Planeje o cardápio semanal
Pra quem nunca pensou por este lado, até que faz sentido. Montar um cardápio semanal ou quinzenal e comprar só o que é necessário para estes pratos fazendo com que fujamos das compras descontroladas do: talvez precise disso, e disso, e disso...

2) Faça uma lista de compras
Essa nem vou considerar uma dica pois já cansei de escrever neste blog que as coisas só vão pra frente com lista. Acorda pessoa!

3) Não vá ao supermercado com fome
Eu ri. E a pior notícia é que sempre vou no horário da fome, após o trabalho hahaha. Quem compra com fome ataca mais os impulsos consumistas segundo uma pesquisa americana. Oh lord!

4) Faça compras nos dias certos
Velha porém não custa nada lembrar. Todo supermercado tem dias de promoções: dia da carne, das verduras, dos frios, etc. Fique mais ligada nestas divulgações.

5) Varie onde você faz compras
Pra mim isto é muito difícil. Não resisto ao supermercado que está a três quadras da minha casa, rápido, prático e tudo na mão. Mas o bolso chora pois tem um tempo que já percebi um aumento muito significativo com relação aos demais mercados. Mas a danada da preguiça, né gente...

6) Enxugue o carrinho
Corte os supérfluos sem pena.

7) Entre em programas de fidelidade
Aqui na city não estou sabendo de algum programa de fidelidade em supermercado mas, pra você que mora em grandes centros urbanos deixa de ser trouxinha  :)

8) Vá nos mais baratinhos
A onda de que o mais caro é o melhor não é via de regra. Então em tempos de crise abra a mente e fuja das marcas que você tem amorzinho mas que estão pesando no seu bolso.
Normalmente os produtos mais baratos estão nas prateleiras mais baixas, fora do seu campo de visão.

9) Deixe os filhos menores em casa
Pra quem tem não precisa nem explicar.

10) Cheque a prateleira perto do vencimento
Produto muito barato pode estar no seu prazo de validade no limite, cuidado.


Versão resumida.
Matéria completa no Finanças Femininas
Postar um comentário