sábado, 28 de abril de 2012

Pula pra vida


Primeiro pediria para essas gurias acordar pra realidade. Que a vida não começa depois da sua "faculdade" e que até lá é só flores e borboletas no estômago (quem foi o inútil que inventou isso) porque você ainda é completamente dependente dos teus pais e com isso a única coisa que precisa se preocupar é qual a cor que escolherá para seu cabelo, ou desenho lindo para as suas unhas (fuck you!)

Depois, te jogaria em um trabalho onde você não tem nada a ver com os proprietários ou coisa parecida. Aprender a receber ordens de superiores que sabem menos que você ou só pelo fato de saber o que é cumprir horários, compromissos e obrigações.

Então, quando estiver cuidando do seu próprio nariz, trabalhando em um empresa ou participando de um projeto de verdade, estiver dando conta dos seus estudos porque não tem essa de se dar o luxo de perder matérias e no meio de tudo isso achar uma brecha de tempo para cuidar de você, afinal você é mulher que quer e precisa se cuidar, manter sua feminilidade. Ai vai descobrir que agora a cor dos seus cabelos e unhas não são mais o ápice da sua vida.

Dado o recado  ;-) 

Postar um comentário