segunda-feira, 7 de junho de 2010

A Única Exceção

Quando eu era mais nova eu vi o meu pai chorando e praguejando ao vento. Ele partiu seu próprio coração e eu assisti enquanto ele tentava remontá-lo e minha mãe jurou que jamais se deixaria esquecer. E esse foi o dia que eu prometi nunca cantar sobre o amor se ele não existisse. Mas querido...
Você é a única exceção
Talvez eu saiba em algum lugar no fundo de minha alma que o amor nunca dura. E nós temos que arranjar outros meios de seguir em frente sozinhos ou manter o semblante impassível.
E eu sempre vivi assim, mantendo uma distância confortável. E até agora eu jurei pra mim mesma que eu era feliz com a solidão porque nada disso nunca valeu o risco. Mas querido...
Você é a única exceção
Eu me agarro firme à realidade, mas não posso deixar o que está aqui diante de mim eu sei que vais embora pela manhã, quando acordar. Me deixe com alguma prova de que isso não foi um sonho. Mas querido...
Você é a única exceção
E eu estou quase acreditando. E eu estou quase acreditando...


The Only Exception – Paramore  ¬¬ Amantes de uma boa música.
Postar um comentário